quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Bones - The Graft in the Girl (S01E20)

Bones, Booth e Angela vão até um hospital falar com o chefe de Booth sobre um caso. Acontece que sua filhe adolescente foi diagnosticada com um tipo raro de câncer e está internada. E lá fica o trio falando sobre morte na frente da garota. A menina desenha muito bem e logo se enturma com Angela. Bones não se aguenta e, mesmo Booth tendo dito para ela não fazer, começa a perguntar sobre o histórico da garota, tentando imaginar como ela contraiu esse tipo raro da doença. Ela acaba descobrindo que a menina fez um enxerto ósseo e que o osso parace ter, no mínimo, uns 60 anos, e que isso pode ter causado o câncer. Eles vão falar com o médico responsável para que ele realize a biópsia.

O caso mais parecia o de um episódio de House, até que se descobre que quem fez o enxerto em Amy sabia que o osso era de uma pessoa de aproxmadamente 60 anos e que estava morrendo de câncer. Booth acha que se trata de assassinato. Eles vão investigar a empresa que fornece o material para transplantes para o hostpital e descobrem que a empresa fechou há dois anos. E começam a se perguntar quem estaria vendendo órgãos e tecidos contaminados no lugar.

Mais uma vítima do mesmo câncer é descoberta e Booth já tem um suspeito - o coordenador de transplantes do hospital.

Booth se dedica ao caso e passa a contar com o FBI para investigar.

Eles conseguem partes dos ossos do doador e montam um modelo de como ele seria. Jack consegue descobrir onde ele possivelmente morou e Bones e Booth vão tentar descobrir sua identidade. Eles descobrem um nome e vão falar com a viúve, meio que a acusando de ter vendido os ossos do marido. Ela nega e eles vão, então, investigar a funerária.

Angela está arrasada porque garota talvez não sobreviva e Jack vai conversar com ela. Ele sugere que ela faça uma tour virtual com a menina pelo Louvre, que era seu maior sonho conhecer.

0 pessoas comentaram:

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More